Saiba se alimentar bem durante a quarentena

Publicado em 20/03/2020

Durante o período de quarentena imposta pela exponencial contaminação causada pelo coronavírus, manter o sistema imunológico reforçado pode facilitar o combate à doença.

Segundo especialistas da área de nutrição, “comer mal e dormir mal são ações que podem reduzir a imunidade, deixando o corpo mais susceptível a contaminações.”[1] Além de manter os cuidados com a higiene, é importante, sobretudo, ingerir alimentos de alta densidade nutricional — aqueles que são ricos em vitaminas e minerais. Nesse quesito, entra a conhecida tríade fruta, verdura e legume.

Também é fundamental manter uma boa hidratação, procurando ingerir alimentos com propriedades antioxidantes (vitamina C, vitamina E, selênio, zinco, vitamina A, licopeno, resveratrol...) e anti-inflamatórias, ômega 3 e probióticos.

Alimentos antioxidantes: Açafrão (ou cúrcuma), aveia, azeite de oliva, chá de cavalinha, frutas cítiricas (limão, laranja, goiaba), frutas vermelhas, linhaça, mamão e abacaxi, melão, peixes, óleo de gergelim, pepino, sálvia, semente de abobora, suco de uva integral;

Alimentos anti-inflamatórios: frutas vermelhas, folhas verdes (couve e espinafre), linhaça, nozes, amêndoas, abóbora, azeite extravirgem, abacate, repolho roxo, shitake e alho.

Panacéia Ayurvédica

A Ayurveda é um dos sistemas medicinais mais antigos da humanidade, desenvolvido na Índia há cerca de 7 mil anos. Esse sistema milenar de saúde propõe restabelecer o bem-estar físico e emocional. O termo Ayurveda vem do sânscrito e significa “ciência da vida”, e possui como pilar três principais terapias: massagens, fitoterapia e alimentação.

Ela também é conhecida como “mãe da medicina”, pois seus princípios e estudos foram a base para, posteriormente, o desenvolvimento da medicina tradicional chinesa, árabe, romana e grega. Para a Ayurveda, a doença é muito mais que a manifestação de sintomas desagradáveis ou perigosos à manutenção da vida. É preciso também cuidar da mente.

A Ayurveda recomenda a ingestão de alimentos produzidos em sua região seguindo a estação do ano em que são cultivados. Ela propõe uma dieta que tem o intuito de harmonizar o corpo, com alimentos frescos e de fácil digestão, sendo orientado comer sem pressa, com concentração e alimentos apropriados para cada pessoa. Os conhecimentos da Ayurveda são muito complexos e existem pessoas especializadas no atendimento com base no sistema.

Entretanto, algumas combinações de alimentos proporcionam o reforço do sistema imunológico. Veja.

Receita para fazer a Panaceia[2]

3 colheres de sopa de limão fresco espremido na hora

3 colheres de sopa do sumo de gengibre fresco ralado, espremido e coado (ou centrifugado) na hora

5 colheres rasas de sobremesa de açúcar mascavo

1 pitada de sal de rocha ou marinho integral (não refinado) moído de boa qualidade – evitar o sal branco de cozinha, pois este é contraindicado para quem tem pressão alta

MODO DE PREPARO

Extrair o suco do limão e do gengibre, coando os caldos em um recipiente.

Uma técnica para extrair o sumo do gengibre, é ralar o gengibre fresco, colocar dentro de um pano ou coador de voal, e torcer para tirar o suco.

Adicionar o açúcar mascavo e o sal, e misturar bem.

Guardar em recipiente bem fechado e fora da luz.

Para melhor conservação durante o dia inteiro, deixe na geladeira. Pode ser consumido ao longo do dia.

Uma pessoa saudável pode consumir 1 colher de sopa deste preparo 20 minutos antes das principais refeições.

Uma pessoa com constipação severa ou congestão das vias aéreas pode consumir 1 colher de sobremesa de 2h em 2h, por não mais de um dia. No segundo dia pode passar para 1 colher de sopa de 4h em 4h.