Mapeando o crescimento populacional mundial

Fonte: http://luminocity3d.org/WorldCity/#3/5.09/-33.93

Publicado em 08/05/2018

A dinâmica da população mundial se transformou drasticamente, existem mais pessoas no mundo do que em qualquer outra época.

O recente mapa (clique aqui para acessar) criado pelo pesquisador Duncan Smith do Centre for Advanced Spatial Analysis, da University College, de Londres, exibe onde e quando a população cresceu e vai crescer em várias cidades ao redor do mundo. Esses padrões e suas dinâmicas de urbanização global nos mostram muito sobre como a população da Terra está se distribuindo.

Por exemplo: em 1950, apenas 30% da população mundial vivia em áreas urbanas; hoje, mais da metade se concentra nas áreas urbanas. À medida que mais pessoas se mudaram para as cidades, essas áreas urbanas tiveram que se adaptar a um número maior de pessoas vivendo juntas, em comparação com as áreas rurais.

O mapa mostra a população de uma cidade em 1950 em azul escuro e, também, por meio de círculos concêntricos, apresenta a diferença populacional entre 1990 e 2015, e sua projeção para 2030.

Na América Latina, São Paulo lidera o ranking de cidades com maior população, à frente de Buenos Aires. Em 1950, São Paulo tinha apenas 2,3 milhões de pessoas sendo a 23º cidade no ranking. Mas, é interessante notar que em 1990 seu número era de proximamente 14, 8 milhões e em 2015, de 21 milhões, ocupando o 4º lugar. A projeção para São Paulo mostra que seu crescimento tende a ser estável para 2030, ganhando 2 milhões de habitantes.

Podemos observar também que a região que mais cresce no mundo é a Ásia, e as projeções mostram que ela não há sinais de parar o seu crescimento populacional tão cedo. A Índia é o país que mais cresce, e Nova Déli ganhará mais 10 milhões de habitantes nos próximos 15 anos. A população de Nova Déli superará a de Tóquio, que deve aumentar em quase 37 milhões de pessoas. As cidades da China ainda estão em rápido crescimento.

As cidades na Europa e na América do Norte vão ter um declínio nos números da população em geral. Londres foi a terceira maior cidade do mundo em 1950, mas espera-se que em 2030 seja a 36º da lista. O declínio populacional da Europa ocidental ocorreu por volta da Segunda Guerra Mundial. As atuais imigrações dos refugiados também estão influenciando o crescimento populacional.

Entender as diversas características populacionais das cidades no mundo nos dá uma ideia de como a humanidade interage com o mundo ao seu redor. Traçar esse movimento populacional na Terra pode nos dar uma visão diferenciada sobre as diversas dinâmicas que ocorrem nas regiões do planeta, incluindo seus aspectos socioeconômicos, políticos, áreas de oportunidade e estabilidade econômica, culturais e muito mais.

Voltar
>