Rumo para Bolsonaro ajustar gargalos na educação passa por Congresso e economia

Baixo nível de aprendizado, exclusão escolar, Fundeb e a questão docente são temas urgentes da área

Publicado em 12/11/2018

SÃO PAULO

Operações em universidades e debates sobre Escola sem Partido têm dominado as discussões sobre educação no país. As questões são relevantes, mas os desafios do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na área são ainda mais amplos.

Envolvem 49 milhões de estudantes, baixos índices de aprendizagem e 2,7 milhões de crianças e jovens fora da escola. Ambos os problemas,de permanência e aprendizado, têm maior impacto entre as famílias mais pobres.

Clique aqui para ler a matéria completa

Voltar
>